Artigo

Dermatite atópica: saiba como cuidar da pele no inverno

Dermatite atópica: saiba como cuidar da pele no inverno

A dermatite atópica é uma doença crônica, de origem genética. Uma alergia com manifestações na pele, que pode ficar ressecada, coçar e até criar pequenas crostas. Além disso, são comuns alterações na cor, vermelhidão ou inflamação da pele. Isso porque a doença também tem origem em uma falha da barreira cutânea — a camada mais superficial da epiderme, composta por células epiteliais e substâncias como ceramidas, colesterol, ácidos graxos livres e gorduras.

Assim, a pele deixa de garantir sua função de barreira física. Por isso, pode ficar muito seca e sensível, especialmente, se exposta a irritantes ambientais como fragrâncias e corantes de loções, sabonetes e produtos de limpeza. Ademais, a baixa umidade do ar e o frio intenso também ajudam a piorar o quadro. 

Sintomas da dermatite atópica podem piorar no inverno

O frio leva a um maior ressecamento da pele. Tal fato ocorre porque nesta estação, as pessoas costumam ingerir menos líquidos, já que o corpo perde menos água. Além do mais, há menor exposição ao sol e, consequentemente, menor absorção de vitamina D. Somado a isso, ainda está o aumento da temperatura da água durante o banho — o que prejudica a oleosidade natural da pele, uma barreira protetora importante. 

Portanto, durante o inverno é necessário abusar dos hidratantes corporais, evitar o uso de buchas e esponjas e beber bastante líquido. Igualmente, como em todas as estações do ano, é preciso ainda utilizar protetor solar e investir em uma alimentação balanceada.   

Dermatite atópica: cuidados especiais com as crianças 

A dermatite atópica atinge muito mais as crianças que os adultos. A saber, a pele tem uma tendência muito maior de inflamar na infância. É comum a doença se manifestar a partir dos três meses, principalmente, por meio de lesões nas bochechas. Sendo assim, o cuidado com os pequenos no inverno deve ser redobrado.

As dicas em relação a ingestão de líquidos, hidratação intensa e uso de protetor solar também valem para eles. Contudo, é preciso tomar o cuidado de não utilizar amaciantes na lavagem das roupas e, ainda, observar os tecidos de que elas são feitas. Afinal, materiais sintéticos podem ajudar a irritar a pele e precisam ser substituídos nos períodos de crise. 

Estresse, um dos gatilhos da dermatite atópica

Um dos fatores que pode ajudar a desencadear as crises de dermatite atópica é o estresse. Por isso, o acompanhamento psicológico dos pacientes deve fazer parte do tratamento. Além disso, apesar de não ser contagiosa, a dermatite ainda carrega um estigma. Enquanto doença de pele, sua manifestação pode abalar a confiança e a autoestima do indivíduo e atrapalhar a qualidade de vida. 

Sobre a Clínica Dama

A Clínica Dama realiza consultas em diversas especialidades médicas. Além de oferecer suporte em nutrição e exames. Tudo isso para proporcionar um atendimento completo e resolutivo a moradores de Taguatinga e região. Localizada na cobertura do Alameda Shopping, a Dama possui a comodidade que só um centro clínico completo e bem instalado pode disponibilizar.